Estandarte

logo1. INTRODUÇÃO

O Timbre, termo semanticamente afim com sinete, selo, logomarca, escudo ou brasão, tem o fito de criar identidade visual característica de instituição, corporificando-a no Estandarte e nos carimbos dos documentos expedidos.

O Timbre é um símbolo visual magno, o que faz com que o Estandarte, indelével representação gráfica da Loja Maçônica, tenha de ser consagrado por Grão-mestre.

A marca especial, ora em apreço, sob a forma de círculos concêntricos, criada para representar a Loja Simbólica (ARLS) LUMMINAR, n. 4261, tecnicamente chamada de brasão de armas, reflete a cultura do Rito Escocês A.A., alicerçado no Deísmo redivivo, de viés cabalístico-hebraico, capaz de reforçar o imenso caudalmetafísico e esotérico, alimentado pela espiritualidade que poreja, extensão e profundidade, forma e conteúdo, no todo da Maçonaria Universal.

A vida prova e comprova que é praticamente impossível descobrir as fronteiras entre o invisível e o visível, o espiritual e o material. Diante dessa incerteza os relacionamentos humanos têm, sempre, que serem construídos com valores superiores, com Humanismo, bem elevados, que dignifiquem os indivíduos.

O rationale brasonado considera, obviamente, espiritualidade (Fé) e Ciência (Razão), temperados pelo Humanismo.

O simbolismo do círculo e do ponto central é o genuíno símbolo do universo. É ligado ao tempo e à eternidade, e traz o necessário elo com a Ciência e com os três pilares estruturais do pensamento, quais sejam: a Fé, a racionalidade grega e o esoterismo ocidental.

Tempo é um continuum, de sucessão de eventos, que vem do passado, abrange o presente e espraia-se pelo futuro, ilimitadamente.

Nas seções a seguir, a ideia básica é apresentar, em duas vias complementares, o brasão da LUMMINAR pelo destaque de seus elementos pictóricos, visíveis, desenhados e coloridos, bem como pela abstração dessas ideias, no invisível , apontando as ideias esotéricas sobrepostas ao visível.

 

2. CONTEÚDO “VISÍVEL”

 Os elementos corporificados são o Estandarte e o Escudo, descritos em detalhes.

 

ESTANDARTE (ou BANDEIRA):

 

Conceitos:

É o mais importante dos símbolos heráldicos (desde épocas imemoriais…); é uma insígnia; é distintivo de uma nação, instituição ou corporação; aliás é bem mais do que isso: é a síntese dos sonhos mais acalentadores das pessoas envolvidas.

É, ainda, reverência ao passado (mormente quando há história sendo escrita, que é o caso da Loja Maçônica); confiança no presente e mensagem de fé, otimismo e esperança para o porvir.

 

LUMMINAR:

  • forma circular com borda ornada por corrente dourada;
  • estrelas e luminares (sol e lua) dispostos em forma circular, na larga margem interior;há também estrelas povoando o Macrocosmos do qual a Loja é o Microcosmo;
  • série de 7 (sete) círculos concêntricos (em relação à borda principal), 4 azuis e 3 verdes (claros);
  • no eixo vertical o globo terrestre (estilizado, com inúmeras facetas espelhadas): a corrente dá o tom da universalidade do fato maçônico, tudo equilibrado sobre um vértice piramidal no centro do Ara (Altar das Obrigações);
  • na face de rosto do Altar vê-se, de fora para dentro, o Esquadro, sobre o Compasso, a régua de 24 polegadas (alertando para que se pense, sinta e aja, a cada dia e em todos os dias da vida, dentro dos parâmetros da dignidade maçônica) e o painel;
  • no eixo horizontal, ladeando o Altar, estão o Sol (infundindo Luz e Justiça, com severidade) e a Lua (da Compaixão e Misericórdia); o eixo central (do Equador da Loja, é o do Equilíbrio e Harmonia);
  • no topo o nome da Loja ARLS LUMMINAR, n. 4261;
  • na extremidade inferior:

(1) a Divisa Heráldica “Veritas Lux Mea”; e

(2) Data da criação: 15.FEV.2013

 

ESCUDO

 

Conceitos:

A escolha do formato circular foi propositada para aproximar-se do símbolo universal do círculo e do ponto central. Tal peça traz o Altar (das Obrigações, ou Ara) no ponto focal do brasão, emoldurado por círculos concêntricos que tendem ao centro geométrico da cota de armas.

LUMMINAR:

A forma usada para a partição, cortado e partido (esquartelado), com linhas imaginárias, intenta a configuração rígida das posições e cargos do Templo.

E mais:

  • o Altar (das Obrigações) fica no ponto focal do brasão, emoldurado por círculos concêntricos que tendem ao centro geométrico da cota de armas;
  • o campo (quadrantes) do escudo fica configurado por quatro partes, convergentes no Altar, tendo círculos concêntricos, espalhando dignidade pessoal ao convívio dos maçons ali reunidos;
  • o fundo principal do Escudo é singelo e compreende 3 (três) textos grafados, a saber:
  • a razão social da Loja: A.´.R.´.L.´.S.`. LUMMINAR, n. 4261;
  • a divisa heráldica: VERITAS LUX MEA;
  • a data da fundação: FUNDADA EM 15.2.2013;
  • a Loja, então, passa a ser representada, também, pelo estandarte.

 

3. CONTEÚDO QUE “NÃO É VISÍVEL”

 Os elementos que terão descrição apoiada em abstrações mais particularizadas são a Divisa Heráldica e o conjunto do Brasão, com os seus significados mais “filosóficos”.

 

DIVISA HERÁLDICA: “Veritas Lux Mea”

 

Conceitos:

 

Os direitos que a Humanidade adquiriu antes da formação civilizatória são: o direito à Verdade e o direito à Vida. A lei dos homens não pode, NUNCA, deslustrar e ou derrogar esses direitos.

A figura de mérito que a Ciência revela é que sabemos algo bem próximo de 4% (quatro por cento) de tudo o que existe no Cosmos. Isso torna lícito supor que a Verdade não aflorou ainda, no seu todo.

Mesmo sob tão diminuta e limitada quantidade de compreensão do Universo, a Humanidade já sabe o que é a Luz que alimenta o Livre Pensar e as intenções dos Buscadores: “A Luz que nos guia é a que está em nós”.

Em uma só frase, qual a grande mensagem do Livro Sagrado? Isso é virtualmente impossível de responder, mas é tal a grandeza vislumbrada, além de intrigante e instigante, que é bem desafiador tentar!

Fica mais claro entender as relações e a importância de “cada árvore” (mandamentos, profecias, versículos, doutrinas, eventos históricos, parábolas e passagens esotéricas etc.), quando se vê, didática e claramente, a “floresta como um todo”.

 

LUMMINAR:

A Razão ou a Ciência tem progredido, cada vez mais, trazendo inúmeras soluções para os humanos. O campo da Física, que estuda estado da matéria e seus movimentos, é o mais destacado dentre os demais campos científicos.

A Humanidade encontra-se, hoje, entre duas teorias exaustivamente testadas, as mais bem-sucedidas de todos os tempos, sem conseguir determinar qual é a hegemônica. Ainda não sabemos qual a essência da força e da energia; muito menos a “verdade” da energia.

Sim, de fato e de direito a Humanidade vem sendo guiada pela “Luz da Verdade”, mas, pela lei da perversidade universal da matéria, acaba trilhando caminhos equivocados que, aqui ou ali, restam contestados por novas teorias.

A verdade é rarefeita e inalcançável no lado científico da vida humana, para que o homem esteja sempre em eterna busca.

O Obreiro da LUMMINAR tem de estar atento e consentâneo com a realidade do tempo que lhe toca viver.

E quanto ao pilar da espiritualidade, o que equivale a dizer, da Fé?

Compreende-se bem a essência da mensagem do Livro Sagrado? Pode-se transmitir, com êxito, essa mensagem para outrem?

 

O BRASÃO DA LUMMINAR

 

Conceitos:

A Heráldica denomina, tecnicamente, de Brasão de Armas, quando o selo, timbre ou estandarte confunde-se com a existência e a essência da instituição sob estudos, no caso a ARLS LUMMINAR. O que está brasonado, então, conjuga e conjugará, sempre, a convergência da Fé (da família maçônica vinculada) e a Razão (ou Inteligência coletiva dos mesmos).

 

LUMMINAR:

Está presente o Simbolismo do círculo e do ponto central, que é o genuíno símbolo do Universo Cósmico; essa simbologia é ligada ao tempo e a eternidade, e traz a necessária conexão com a Ciência (Razão).

O círculo, sem começo nem fim, é símbolo do Tempo; e o ponto, também sem começo nem fim, representa o Espaço, infinito pela própria criação. Esses componentes, Espaço e Tempo, não podem, NUNCA, ser criados nem destruídos pelo gênero humano.

O simbolismo do ponto ou foco central, emoldurado por um círculo, é um dos mais antigos símbolos da cultura humana, e está presente em, praticamente, todas as religiões do mundo, nos antigos mistérios e em muitas filosofias.

Junto ao desenho, vê-se a data da fundação, que a Loja é federada ao Grande Oriente do Brasil e jurisdicionada ao Grande Oriente do Distrito Federal.

Definiu-se ainda que a Loja Maçônica LUMMINAR, trabalha, conjuntamente ao Grande Oriente do Brasil e a o Grande Oriente do Distrito Federal, pelo aperfeiçoamento moral do homem, contribuindo para uma sociedade justa, fraterna e igualitária no Distrito Federal e no Brasil. Os irmãos trabalham para um ambiente, em Loja e fora dela, na mais perfeita harmonia, lutando pelo bem-estar e união de todos os seus membros  e de suas famílias.

4. TERMO CONCLUSIVO

 Os irmãos que assinaram a Ata de Fundação, assumiram o compromisso de assiduidade financeira e dos trabalhos da Loja, em concordância com a legislação pertinente.

A escolha do nome LUMMINAR, se refere aos irmãos que compõem e comporão o quadro de obreiros da Loja como tochas vivas, assim como Prometeu, que trouxe o fogo dos deuses para os profanos. Todos, e cada um, constituem um farol a iluminar a Ordem Maçônica. Assim o GADU, que é Deus, nos ajude.